Marque aqui a Consulta
Clique aqui
MENU

Treino de cães obrigatório para cães de raça potencialmente perigosa



Treino de cães obrigatório para cães de raça potencialmente perigosa


Não é surpresa nenhuma quando ultimamente vimos nas manchetes dos jornais: “Pit Bull ataca homem”, “cão de raça potencialmente perigosa ataca mulher”, mas será a culpa dos cães, ou de quem os possui?
 
Ficou proposta no passado dia 21.03.2013 a nova lei que declara que todos os cães de raças potencialmente perigosas "ficam obrigados a iniciar o treino desses animais, com vista à sua socialização e obediência, entre os seis e os 12 meses de idade, de modo a potenciar o sucesso de um treino que já hoje é obrigatório" (http://www.dn.pt/inicio/portugal/interior.aspx?content_id=3122452)
 
É classificado um cão potencialmente perigoso aquele que devido ao poder da sua mandíbula e classificações morfológicas, pode, de algum modo causar dor e até mesmo morte a uma pessoa/animal.
 
É classificado um cão perigoso aquele que mordeu ou feriu uma pessoa/animal, que é declarado como sendo agressivo pelo próprio dono e aquele que é considerado pelas autoridades como sendo um risco para a segurança de pessoas e/ou outros animais.
 
Em Portugal são considerados cães potencialmente perigosos os seguintes:
 
- American Staffordshire Terrier
- Rottweiller
- Tosa Inu
- Cão de Fila Brasileiro
- Dogue Argentino
-Staffordshire Bull Terrier
 
 
Deste modo, todos os proprietários de cães de raças potencialmente perigosas, para além da responsabilidade de actualização anual da vacinação, deverão realizar a identificação electrónica, posse de seguro animal, realização da castração, utilização de açaime, coleira e trela na via pública. Terão também obrigatoriamente de submeter o cão a um treino de sociabilização e obediência com uma data estipulada entre os 6 e 12 meses. Não sendo deste modo proibida a prática do treino antes desta idade. 
Devido à infeliz frequência da utilização de cães de raças potencialmente perigosas para lutas, para protecção não controlada do proprietário (agressividade não controlada), ou para fins que não os deles, agora, com a nova proposta, os proprietários poderão sofrer uma pena de prisão de 3 anos ou multa para os que utilizarem os cães para lutas, e, poderão também sofrer uma penalização entre 750€ ou 5000€ para quem não possua a licença do animal.
 
 Com isto, pretende-se que haja um maior controlo de animais licenciados nas juntas de freguesia e de quem os possui, tentando assim com que haja  maior protecção e integridade da saúde pública. Não esquecendo também que não só os animais de raças potencialmente perigosas devem seguir estes requisitos, mas também todas as outras raças de cães.



Voltar

" Temos como missão, Salvar vidas todos os dias. "

©2018 Hospital Veterinário Vasco da Gama. Todos os direitos reservados

Política de Privacidade

Resolução alternativa de litígios

Powered by CODEZONE

clinica veterinaria clinica veterinaria alverca hospital veterinario veterinario lisboa clinica veterinaria alverca urgencias veterinarias veterinario lisboa urgencia veterinario povoa de santa iria veterinario alverca veterinario urgencias veterinario odivelas